Cirurgia Plástica e Amamentação | Dra. Mariana Freire

Quando o assunto é cirurgia de mama, seja a mamoplastia redutora ou o tão falado implante silicone, o principal receio das mulheres é que o procedimento possa, no futuro, dificultar a amamentação.

Os implantes não atrapalham a amamentação, pois em qualquer um dos métodos de implante (subglandular ou submuscular), a prótese fica atrás das glândulas mamárias e durante a colocação das próteses não se altera a estrutura da glândula mamária preservando assim a função de amamentação principalmente quando colocada essa prótese pela incisão no sulco inframamário. Evitamos a incisão areolar inferior em pacientes que desejam ter filhos para não provocar nenhuma alteração na arquitetura dos ductos mamários.

O que é importante reforçar é que algumas mulheres podem ter dificuldade na amamentação independente da cirurgia de próteses de mama  quer por apresentar mamilos invertidos dificultando a pega do bebê ao bico do seio (vale salientar que também existe uma técnica cirúrgica que permite a correção dos mamilos invertidos) ou até mesmo na produção de leite materno em quantidade insuficiente para satisfazer as necessidades nutricionais de seu bebê  e com isso precisam complementar com fórmulas (essa condição é conhecida como hipogalactia).

Então quando utilizamos a técnica mais comum com incisão no sulco inframamário não mudamos a capacidade da futura mamãe de produzir o leite e de amamentar o seu bebê .

Qualquer dúvida que você tenha sobre o procedimento é importante levar na consulta com seu /sua cirurgião/cirurgiã plástica para esclarecê-las antes de decidir sobre o procedimento!

Dra. Mariana Freire – cirurgiã plástica

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

sobre nós

Assine para ficar por dentro das novidades