Cuidados com a Pele no Inverno | Dra Carolina Borges Coscia

Com a queda da temperatura durante o outono e inverno, os pacientes que estão em tratamento oncológico devem ter atenção especial à saúde, e a pele, que já é um grande órgão bastante afetado pelos medicamentos quimioterápicos, sofre danos ainda maiores neste período se não estiver bem preparada ou sendo tratada adequadamente. Portanto, os cuidados no inverno devem ser redobrados, pois os tratamentos podem potencializar os efeitos do frio.

Uma pele bem hidratada, além de preservar a elasticidade, mantém íntegra sua principal função que é a de barreira, de proteção contra agentes externos ambientais e microorganismos, diminuindo o risco de infecções.

Durante o inverno, a umidade do ar baixa e as temperaturas mais frias levam à diminuição na transpiração corporal. Esses fatores já fazem com que a pele fique mais seca. Além disso, nesta época, é comum tomarmos banhos mais quentes, que provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa.

Uma atenção especial que deve ser intensificada neste período em pacientes em quimioterapia é com os cuidados com as mãos e os pés, pois alguns quimioterápicos normalmente já são capazes de provocar danos mais severos nestas regiões, caracterizando a chamada “Síndrome Mão-Pé”, que tem um impacto bastante negativo na qualidade de vida dos pacientes, pois podem evoluir com vermelhidão, inchaço, sensação de formigamento e/ou queimação, rachaduras e descamação, limitando os movimentos das mãos e o deambular.

Nesses casos, devemos evitar a fricção e o calor intenso, que tornam os sintomas piores; evitar contato com produtos químicos, resfriar as mãos e pés com compressas frias, secar cuidadosamente a pele após o banho, hidratar as mãos e pés para mantê-los sempre úmidos e usar sapatos confortáveis. Em casos mais severos o médico deve ser informado, pois pode ser necessário alteração de dose do medicamento em uso.

Para evitar danos maiores à pele nesta época mais fria e seca do ano, devemos então seguir algumas dicas que nos auxiliarão a passar por este período com uma maior qualidade de vida e poder realmente curtir o “friozinho” com as pessoas que amamos:

-Beber no mínimo 2 litros de água por dia;

-Evitar banhos quentes e muito demorados; evitar usar buchas e usar preferencialmente sabonetes suaves;

-Usar hidratantes logo após o banho, pois a penetração do creme é maior;

-Os lábios costumam ressecar muito no inverno. É importante usar hidratantes específicos para essa região, evitando rachaduras. Hoje encontramos com facilidade os chamados “LIP BALMS”, que parecem batons, mas são feitos de manteigas hidratantes, óleos e vitamina E e muitos já possuem filtro solar na formulação, protegendo também os lábios da radiação UV;

-Manter uma alimentação adequada neste período é essencial! Aumente o consumo de legumes, hortaliças e frutas ricas em vitaminas C, pois fazem muito bem à saúde e possuem forte ação antioxidante;

-Mesmo nos dias frios e nublados o uso do protetor solar é indispensável, porque apesar da incidência reduzida dos raios UV, eles estão presentes e podem causar danos, e durante o tratamento quimioterápico a pele fica mais sensível a queimaduras e manchas. Além disso, a luz artificial também é prejudicial para nossa pele. Portanto, em ambientes ao ar livre ou fechado, use protetor solar diariamente.

Seguindo essas orientações e cuidados você conseguirá minimizar os efeitos indesejados do tratamento oncológico e passar por este período de inverno com a pele mais saudável, melhorando assim a qualidade de vida e podendo desfrutar de bons momentos neste friozinho…

Dra Carolina Borges Coscia

Médica dermatologista

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

sobre nós

Assine para ficar por dentro das novidades